Associação quer alargar projeto de literacia a comunidades vulneráveis

Spread the love

DR

A Associação Literacia para os Media e Jornalismo (ALPMJ), com projeto de formação nas escolas, quer alargar a iniciativa à população sénior e a comunidades vulneráveis, afirmou ontem a presidente da instituição.
“Queremos explorar o projeto-piloto com seniores [que decorre na Madeira] e há outros públicos, para além dos professores”, afirmou a presidente da ALPMJ, Sofia Branco, que falava na sessão de encerramento do 2.º Encontro Nacional de Literacia para os Media e Jornalismo, que decorreu na Escola Secundária Quinta das Flores.
Apesar de o foco até agora do projeto de literacia mediática ter estado em professores e alunos (com formações em Portugal Continental e Açores), a associação pretende estender a iniciativa, a partir de “mini-projetos”, a outros públicos, como “comunidades vulneráveis e imigrantes”, entre outras, referiu Sofia Branco.
A presidente da associação realçou que o alargamento será feito “com muita calma e com passos seguros, sustentados”.
“Queremos procurar outros parceiros, até para chegar a outras geografias”, disse, apontando para a possibilidade de “explorar a ligação com os países africanos de língua portuguesa e de Timor-Leste”.

Ler noticia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS em 13/10/2022

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.