AFC: Vigor vence em jogo grande

DR/Ana Catarina Ferreira

O Vigor recebeu e venceu o Carapinheirense (2-0), somando a segunda vitória consecutiva depois de um arranque com quatro derrotas – três para o campeonato e uma para a Taça – num grande jogo de futebol.
Entraram melhor os visitantes, com Cissé a colocar Manú à prova e respondeu o Vigor por Hugo Amado, de contra-ataque.
João Portugal, aos 15’, surgiu isolado, mas, na cara de Paulo André, fez um “chapéu” muito largo.
Henrique, aos 36’, também teve tudo para inaugurar o marcador, mas desperdiçou.
A fechar a 1.ª parte dá-se o lanche-chave do encontro: Mingachos é derrubado na área e o árbitro João Santos não tem dúvidas. Hugo Amado, chamado a converter, fez o 1-0, mas Paulo André não ficou nada satisfeito com a decisão do árbitro e acabou expulso por palavras antes de recolher ao balneário.
Vasco Cavaleiro mexeu, mas foi o Vigor que voltou a ficar perto de marcar, aos 60’, pelo recém-entrado Duda. O mesmo Duda voltou a isolar-se aos 70’, mas o resultado manteve-se na margem mínima.
Quem resolveu o encontro foi Luís Borges, aos 77’, num contra-ataque com Hugo Amado, isolado, a fazer um passe mortal para o 2-0.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.