Vila Verde mantém obras na agenda

Posted by

DR/Jot’Alves

No dia em que a freguesia celebrou 232 anos, o presidente da Junta de Vila Verde, Vítor Alemão, defendeu, em declarações ao DIÁRIO AS BEIRAS, à margem das comemorações, que se comecem a fazer “obras já em projeto e que, até agora, ainda não tiveram início”. E são várias, algumas delas à espera há vários mandatos autárquicos.
O autarca começou pela requalificação do largo da Quinta das Recolhidas, para onde está previsto duplicar a capacidade de estacionamento e o “embelezamento dos espaços verdes”. Vítor Alemão destacou ainda a ponte entre Vila Verde e Alqueidão, que custará mais de cinco milhões de euros e que a Câmara da Figueira da Foz já garantiu que irá ser construída.
Todavia, realçou Vítor Alemão, “a obra mais importante ainda é o acesso à A14”, defendeu Vítor Alemão. A variante rodoviária é uma reivindicação com cerca de 20 anos.
A requalificação da zona ribeirinha, que inclui uma doca seca e um mercado, também é um desiderato antigo. “Estamos à espera da resposta do pedido que fizemos à Agência Portuguesa do Ambiente para a concessão da área do Garmatal”, adiantou o autarca vilaverdense.

Ler noticia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS em 26/09/2022

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.