Mira investe cerca de 30 mil euros na criação de um centro circular de resíduos

Posted by

DR

A Câmara de Mira, no distrito de Coimbra, criou um centro circular de resíduos, na Presa, com a intenção de fazer o armazenamento de resíduos gratuitamente, para posteriormente serem reciclados.

Sobre o mote “Proteja o ambiente, deposite aqui gratuitamente”, o Centro Circular de Resíduos de Mira foi hoje inaugurado.

As instalações, com área aproximada de 1.080 metros quadrados, situam-se junto aos armazéns municipais, na Presa, no concelho de Mira.

Trata-se “de uma obra de grande importância, onde o produtor doméstico residente no concelho de Mira poderá depositar os seus resíduos num local apropriado e o município terá uma maior e melhor gestão de resíduos urbanos”, disse hoje, durante a inauguração da infraestrutura, o presidente da Câmara Municipal de Mira, Raul Almeida.

O autarca referiu que a obra, no valor de cerca de 30 mil euros, foi feita por trabalhadores do município.

O novo equipamento está equipado com silos de grandes dimensões, destinados a receber separadamente diversos tipos de resíduos, para posterior encaminhamento com vista à sua valorização e reciclagem.

“Chama-se centro circular porque nós não somos um ecocentro. Não temos capacidade, nem possibilidade de fazer aqui a reciclagem, portanto, isto é apenas um armazenamento”, disse na sua intervenção, o vice-presidente da Câmara de Mira, Artur Fresco.

“Quando os silos estiverem na sua capacidade quase máxima, serão contratadas empresas especializadas, conforme cada tipo de resíduos. Esses resíduos serão transportados para lá e tratados convenientemente por empresas credenciadas”, explicou.

Naquele local podem ser depositados resíduos biodegradáveis, resíduos de construção e demolição não perigosos, madeiras, monstros metálicos e não metálicos, resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos de grande e pequena dimensão, e pilhas e acumuladores de pequena dimensão.

O Centro Circular de Resíduos de Mira destina-se apenas a produtores de resíduos domésticos, residentes no concelho de Mira, com uma produção máxima admissível a entregar até 1.110 litros por dia ou 1,1 metros cúbicos por dia.

De acordo com Artur Fresco, o próximo passo é a divulgação do espaço, estando preparados ‘outdoors’ em sítios estratégicos, para informar a população da existência deste local, bem como para a sensibilização dos munícipes para que o utilizem.

Posteriormente, a intenção é criar pontos de depósitos nas freguesias do município.

O Centro Circular de Resíduos de Mira funcionará numa primeira fase, de segunda a sexta-feira, entre as 9:00 e as 12:00 e entre as 13:00 e as 16:00.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.