Gincana uniu Coimbra através do coração

Spread the love

DR/Pedro Ramos

Em seis postos localizados em diferentes pontos da cidade – Casa de Chá (Jardim da Sereia), o Café Santa Cruz, o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, o Museu da Água, o Coimbra Shopping e o Parque Verde -, fez-se ontem uma “gincana do coração”, com o objetivo de avaliar como está a saúde cardiovascular de cada um dos participantes.
À semelhança das edições anteriores, o que se pretendeu nesta iniciativa da delegação centro da Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPC), foi aumentar a literacia sobre a prevenção e tratamento da doença cardiovascular na comunidade em geral. E lembrar que é crucial reduzir os fatores de risco: “não fumar, saber beber, fazer uma boa alimentação e combater o sedentarismo”.
Na “Gincana do Coração”, entre rastreios e exames gratuitos, sessões informativas, aconselhamento médico e alguns jogos e catividades físicas, houve tempo para perceber como é importante manter um estilo de vida saudável.
“As doenças cardiovasculares são silenciosas. São doenças que se instalam subitamente. Não doem, mas quando doem matam”, alertou Tânia Azevedo, enfermeira na Cirurgia Cardiotorácica do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, que ontem orientava o posto da Gincana do Coração instalado no Parque Verde e integrado na EXPOdesporto. Ali, após a avaliação de alguns fatores de risco – pressão arterial, colesterol, glicemia, perímetro abdominal e índice de massa corporal – os participantes eram vistos por uma equipa médica, que ajudavam a escolher a melhor forma de iniciar a atividade física.

Ler noticia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS em 26/09/2022

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.