“Esperamos regressar aos melhores anos dos últimos anos”

Posted by

DR/Ana Catarina Ferreira

Quais são as principais novidades da Feira de São Mateus?
Não há novidades. Trata-se de um certame que nós organizamos, mesmo durante o período de pandemia. Em 2020, apenas com espetáculos transmitidos em streaming em direto do nosso Pavilhão Multiusos e com uma feira em ambiente totalmente fechado, com controlo muito rigoroso de entradas. No ano passado, a feira já se realizou com menos restrições e espetáculos ao vivo em frente aos Paços do Concelho e a Fatacis a decorrer junto ao rio Anços. Já se aproximou mais daquilo que é a tradicional feira do concelho.

Este ano, esperam regressar aos bons velhos tempos?
Esperamos regressar aos melhores anos dos últimos anos. É disso que estamos a tratar. Até parece que a chuva, que tanta falta faz neste momento e que é um bem dourado que está a cair no nosso território, também quer vir contribuir, como é normal, para o São Mateus. É evidente que, em anos normais, não desejaríamos que a chuva viesse. Agora estamos aqui nesta ambiguidade de, como diz o povo, “sol na eira, chuva no nabal”. A chuva é necessária, mas poderá vir a prejudicar a vida aos feirantes e aos e aos expositores que investem também aqui muito do seu trabalho anual.
Quantos expositores estão garantidos?
Aquilo que me foi transmitido pela organização é que, no conjunto das diversas iniciativas – Fatacis, Feira da Madeira, Feira Generalista e Feira das Freguesias –, estarão presentes mais de 200 expositores. Haverá ainda a tradicional Feira Franca, no sábado e no domingo, pelas ruas da vila. Os fiscais municipais, que acompanham esse trabalho, dizem-me que este certame está muito composto.

Esperava esta forte adesão em termos de expositores?
Não, até pela retoma e ambiente difícil que muitos dos empresários passaram em 2020 e depois em 2021. Dessa forma, o município de Soure decidiu compensar a despesa dos expositores que participaram em 2020 e que repetiram a presença em 2021. Ou seja, o município suportou a despesa ou foi reembolsado da inscrição paga em 2021 por essas empresas. Mas, a minha opinião foi mudando à medida em que, durante o presente ano, teve lugar a retoma das atividades e onde comecei a ter o feedback de outros locais por toda a região de que a adesão do público estava a ser maciça.

Ler entrevista completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS em 15/09/2022

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.