Convocatória de Fernando Santos com seis alterações para Liga das Nações

Posted by

Foto FPF

O selecionador português de futebol efetuou hoje seis alterações nos convocados da seleção portuguesa de futebol para os dois últimos encontros no Grupo A2 da Liga das Nações 2022/23.

Em relação aos quatro jogos de junho, os quatro primeiros na mais ‘jovem’ prova da UEFA, Fernando Santos fez regressar os defesas Rúben Dias e Tiago Djaló, o médio João Mário e os avançados Pedro Neto, João Félix e Rafa.

Face as estas entradas, numa lista que continua com 26, saíram os centrais David Carmo e Domingos Duarte, o médio João Moutinho e os avançados Otávio, único que deixa os eleitos devido a lesão, André Silva e Gonçalo Guedes.

De fora, continuam uma série de jogadores que entraram muito bem na época 2022/23, casos dos ‘encarnados’ António Silva, Florentino Luís ou Gonçalo Ramos e dos ‘leões’ Francisco Trincão ou Pedro Gonçalves, bem como Renato Sanches, que está lesionado.

Depois dos quatro jogos de junho (1-1 em Espanha, 4-0 à Suíça, 2-0 à República Checa e 0-1 na Suíça), Portugal segue no segundo lugar do Grupo A2, com sete pontos, a uma da líder Espanha e com mais três do que os checos e quatro face aos helvéticos.

Nas duas últimas rondas, a formação das ‘quinas’ defronta os checos, em 24 de setembro, em Praga, sem João Cancelo, que vai ter de cumprir um jogo de castigo, e fecha com os espanhóis, três dias depois, em 27, no Estádio Municipal de Braga, com ambos os jogos agendados para as 19:45 (em Lisboa).

A seleção lusa, vencedora da primeira edição da Liga das Nações, em 2019, precisa de vencer o agrupamento para chegar à ‘final four’ da terceira edição, sendo que a segunda foi conquistada pela França, numa final com a Espanha, em 2021.

A fase final da Liga das Nações realiza-se de 14 a 18 de junho de 2023, com os vencedores dos quatro grupos da Liga A, sendo que os últimos de cada um dos agrupamentos descem à Liga B.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.