Canoísta Beatriz Fernandes campeã do Mundo júnior de C1 maratonas

Posted by

DR

A canoísta Beatriz Fernandes considerou hoje ser “espetacular juntar os títulos mundiais dos dois extremos” de C1, referindo-se ao triunfo na prova das maratonas em Ponte de Lima, que juntou ao dos olímpicos 200 metros conquistados na Hungria.

“Significa que o trabalho de toda a época compensou, apesar dos meus treinos não serem para esta vertente. Estou super feliz por ser campeã do mundo dos 200 metros e das maratonas, os dois extremos. É espetacular”, destacou, em declarações à Lusa.

Depois do ouro no início do mês na olímpica C1 200 metros nas regatas em linha (velocidade) em Szeged, cidade magiar que é a capital internacional da canoagem, a limiana dominou por completo a competição de maratonas, de 22,6 quilómetros no Rio Lima.

“Foi a minha primeira maratona a nível internacional, não sabia como estavam as outras competidoras. Sabia que podia quebrar em algum momento, ter de partilhar onda, mas correu tudo bem e aguentei até ao fim”, regozijou-se.

Beatriz Fernandes admitiu que foi “ainda mais especial” ser campeã do mundo na sua Ponte de Lima, assumindo que o facto de treinar diariamente nesta zona “ajudou imenso”.

A caloira de Fisiologia Clínica no Instituto Politécnico de Coimbra quer estar em Paris2024 (C1 200), contudo aponta como próximo objetivo poder mostrar novamente valor nos Jogos Europeus Cracóvia2023.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.