“Campus da UC marcará mandato e futuro do concelho”

Posted by

DR

O socialista Carlos Beja defende que o campus universitário que a Universidade de Coimbra (UC) está a instalar na Figueira da Foz marcará o atual mandato autárquico e o futuro do concelho. Em nota enviada ao DIÁRIO AS BEIRAS, o ex-deputado à Assembleia da República, ex-vereador e ex-presidente presidente da Assembleia Municipal da Figueira da Foz começa por questionar se pode uma universidade mudar o destino de um território.
Avaliando os argumentos de Carlos Beja, que em 1997 foi o principal adversário do atual presidente da Câmara da Figueira da Foz, Santana Lopes, na corrida eleitoral para a presidência da autarquia figueirense, que o segundo venceu, conclui-se que uma universidade “pode e deve” mudar o destino de um território. E deu os exemplos de Coimbra, Aveiro, Trás-os-Montes e Alto Douro, Minho, Beira Interior e Nova SBE em Carcavelos (Cascais).
Amanhã, a Figueira da Foz assinala 140 da elevação a cidade, lembra Carlos Beja. “Para além de todos os justificados festejos, existe um maior que devemos celebrar: traumatizada pelas experiências falhadas e efémeras do ensino superior tradicional, a cidade ficou a saber que a UC vai abrir o campus universitário na Figueira da Foz”, indica.

Ler noticia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS em 19/09/2022

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.