Opinião: A vegetação do areal urbano deve manter-se?

Posted by

NÃO
Sou liminarmente contra a manutenção do areal tal como se encontra. Existem outras formas, de resto testadas em vários cantos do planeta. Não digo com isto que não deva haver um espaço arbóreo na praia da claridade, mas não como se apresenta. E não me importava nada de regressar aos anos 80/90 quando a Figueira da Foz fervilhava e a praia se encontrava “clean”. A Figueira cresceu muito à conta da praia da claridade e não perceber isto, é não perceber nada disto. Admito posições diversas, mas já não acho muita piada quando determinadas pessoas se referem a nossa cultura popular como “ranchos figueirinhas”. Parece-me que aqueles que defendem que o areal deve protagonizar uma visão de futuro para o turismo da Figueira, com equipamentos, restauração, uma eventual piscina digna desse nome e, sim, espaços arbóreos, se pautam por um discurso “clean”, não agressivo, de elucidação e que do outro lado se extremam posições com ofensas a cultura tradicional, como, por exemplo, os ranchos folclóricos que, prefiro acreditar que por lapso, são apelidados de “figueirinhas” quando na verdade são tão figueirenses como qualquer associação formal ou informal. Os pontos de vistas devem ser respeitados, sem extremismos de nenhuma parte. Eu sou contra a manutenção do areal tal como ele se apresenta e se isso faz de mim saudosista dos 80/90 e apreciador de “ranchos figueirinhas” ( que por acaso até são de Buracos) então que seja, que seja com muito orgulho.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.