Município de Oliveira do Hospital apoia rebanhos de ovinos com alimentação

Posted by

O município de Oliveira do Hospital, no distrito de Coimbra, investiu mais de 10 mil euros na aquisição de alimentação para os ovinos do concelho, para ajudar os criadores a ultrapassar as dificuldades atuais.

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo, disse hoje à agência Lusa que a medida contempla “70 produtores e mais de seis mil cabeças de gado”.

Segundo o autarca, o apoio destina-se à aquisição de mais de 50 toneladas de alimentos, quer para ovinos da raça bordaleira Serra da Estrela, quer para ovinos não inscritos em livro genealógico, porque “há animais que precisam de alimentação e tanto comem os animais inscritos em livro genealógico como os animais que não estão inscritos em livro genealógico”.

O apoio também abrange caprinos, uma vez que no concelho existem produtores de queijo de cabra “galardoados e reconhecidos”.

“Não basta termos [em Oliveira do Hospital] a maior feira do queijo Serra da Estrela do país e toda a dinâmica económica, é preciso cuidar do efetivo ao nível da ovinicultura. E sentimos uma responsabilidade social e ambiental acrescida. É importante manter os rebanhos, a atividade do pastoreio e os pastores no território. Temos dito muitas vezes que cada ovil, cada pastor no território e cada pasto são elementos económicos, mas também fatores de proteção do território”, justificou.

O processo de atribuição de apoios foi “trabalhado” com a ANCOSE – Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela e “articulado e dialogado” com as medidas que o Governo, através do Ministério da Agricultura, definiu para o setor, indicou José Francisco Rolo.

O autarca reuniu, na segunda-feira, nas instalações da ANCOSE, com os criadores de ovinos do concelho para anunciar as medidas de apoio do município e do Governo ao setor.

Os apoios são justificados pelas dificuldades que os pastores estão a ter em consequência da guerra na Ucrânia, da situação de seca severa ou extrema em que o país se encontra e, “muitos deles, agora também com problemas provocados pelos incêndios”.

Segundo uma nota da autarquia, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital “viu satisfeita a solicitação que recentemente, e em articulação com a ANCOSE, dirigiu à ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, no sentido de serem lançadas medidas de apoio excecionais para os pastores que estão na base da produção do Queijo Serra da Estrela e de outros Produtos de Denominação de Origem Protegida (DOP)”.

Relativamente ao setor da apicultura, que também atravessa dificuldades, o autarca referiu que tem estado em contacto com os representantes dos apicultores e brevemente serão anunciadas medidas de apoio ao nível da alimentação das abelhas.

Outra preocupação da autarquia está relacionada com o setor da fruticultura (maça Bravo Esmolfe, pera passa de São Bartolomeu e frutos vermelhos).

“São setores a que estamos atentos e, no momento próprio, depois da avaliação feita, queremos também analisar, em articulação com o Ministério da Agricultura, as ajudas que devemos aplicar para estes produtores”, disse José Francisco Rolo.

O município de Oliveira do Hospital disponibilizou-se para prestar ajuda aos ovinicultores e a todos os agricultores na apresentação de candidaturas aos apoios extraordinários lançados pelo Ministério da Agricultura.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.