Cinco mil fotos históricas ajudam a recuperar a memória do povo

“Reunir o maior manancial de informação possível sobre as dinâmicas familiares, sociais, culturais e etnográficas” no concelho de Cantanhede ao longo do último século é o objetivo do projeto “Traçar a memória do concelho de Cantanhede”.

O vice-presidente da Câmara de Cantanhede, Pedro Cardoso, adiantou ontem que já foram recolhidas mais de cinco mil fotografias, 30 vídeos e mais de duas centenas de documentos diversos.

O projeto foi criado em 2006 pelo município e, desde essa data, a autarquia já recolheu 5.621 fotografias, 30 vídeos e 223 documentos diversos, como, por exemplo, cartazes, textos, recortes de imprensa, plantas e mapas.

|Pode ler a notícia na integra na edição de hoje do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.