Retiradas mais de 50 pessoas de aldeias em Pombal

Posted by

 

O incêndio de Pombal obrigou à retirada de mais de 50 pessoas de várias aldeias e à evacuação de um lar de idosos, disse hoje à Lusa o presidente da câmara daquele concelho.

“Ainda temos duas frentes de incêndio, mas a situação ficou mais calma esta manhã. Ontem [terça-feira] foram retiradas mais de 50 pessoas de aldeias na zona de Ramalhais e foi evacuado um lar de idosos. Montámos um serviço de logística, acolhendo as pessoas na escola Marquês de Pombal e contámos com o apoio psicológico de técnicas da Segurança Social”, adiantou Pedro Pimpão (PSD).

Segundo o autarca, o incêndio provocou alguns feridos ligeiros e um “grave”, que está hospitalizado. “Será um senhor que estava a proteger a casa de um familiar e sofreu queimaduras com alguma gravidade”, revelou Pedro Pimpão.

O presidente referiu ainda que há “várias casas ardidas”, pelo menos uma de primeira habitação. “Há ainda registo de muitos barracões, aviários e armazéns destruídos pelas chamas. Várias atividades económicas foram atingidas. Muitos animais também morreram. Assisti a uma situação que me impressionou: uma senhora que tentava salvar as cabras, já com as ovelhas todas mortas”, acrescentou.

Pedro Pimpão considerou que se viveram “momentos de desespero”. “Quando o incêndio deflagrou não tínhamos recursos suficientes. Quando solicitávamos meios diziam-nos que não havia, pois estavam noutros teatros operações. Ao final do dia houve um reforço e por isso as coisas melhoraram”, disse.

Segundo o presidente, durante esta manhã “centenas de bombeiros encontravam-se no terreno para fazer a consolidação e a vigilância”, situação que se deveria manter ao longo do dia. “A situação de alerta mantém-se”, constatou.

O incêndio deflagrou na freguesia de Abiul, em Vale da Pia, na sexta-feira, pelas 14:50.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.