Quatro detidos por violência doméstica no distrito da Guarda – GNR

Posted by

FOTO DR

Quatro homens foram detidos por violência doméstica em Seia, Celorico da Beira e Vila Nova de Foz Coa, três dos quais ficaram com pulseira eletrónica e proibidos de se aproximarem das vítimas, anunciou hoje a GNR da Guarda.

Segundo o Comando Territorial da GNR da Guarda, os homens, com idades entre os 49 e os 89, foram detidos entre o dia 22 de julho e a passada quarta-feira, no âmbito de quatro investigações de violência doméstica, por suspeitas de maus-tratos psicológicos e físicos contra as vítimas.

Dois suspeitos, com 89 e 49 anos, foram presentes a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Celorico da Beira, onde lhes foi aplicada a medida de coação de “proibição de contactar, por qualquer forma ou meio, com as vítimas”, de quem não se podem aproximar num raio de 500 metros e 250 metros, respetivamente, com controlo por pulseira eletrónica.

Um suspeito de 61 anos, presente ao Tribunal Judicial de Seia, também ficou com pulseira eletrónica e proibido de contactar, por qualquer forma ou meio, a vítima, de quem não se pode aproximar num raio de 500 metros.

Ao suspeito de 62 anos, após ter sido presente a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Foz Côa, foi-lhe aplicada a medida de coação de apresentações bissemanais no posto policial da sua área de residência.

A GNR lembra que a violência doméstica é um crime público, pelo que pode ser denunciado pela vítima ou qualquer cidadão que tenha conhecimento da situação, nomeadamente através do Portal Queixa Eletrónica (queixaselectronicas.mai.gov.pt), do número de telefone 112, num posto da GNR ou da PSP ou através da aplicação App MAI112 (destinada exclusivamente aos cidadãos surdos).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.