Opinião: A bienal das coletividades deve ser retomada? SIM

Posted by

SIM

Qualquer ato cultural, independentemente da sua natureza (hábito, crença e/ou conhecimento) ou da sua manifestação (mais popular ou mais elitista) pressupõe um agente emissor e um outro recetor, singular ou coletivo, nos dois casos.

As coletividades do concelho da Figueira, na sua diversidade e história, representam um valor material e imaterial que temos, como comunidade, de conhecer, de defender e de legar.

A Bienal das coletividades surgiu precisamente para mostrar, o que pressupõe o usufruto de satisfação do dever cumprido de quem o está a fazer, mas igual e desejavelmente, numa proporção igual ou maior, de quem o recebe, ficando este com uma responsabilidade acrescida, que é a de, a partir daí, colaborar na preservação, material e imaterial, do bem do qual se apropriou.

Ora, é esta lacuna que temos de preencher, mas só haverá Bienal se houver coletividades, e estas se conseguirem sobreviver, por um lado às dificuldades que já atravessavam, a que se juntou o Leslie, nalguns casos, e o Covid-19, para todos, depauperando recursos materiais e humanos, vontades e hábitos.

É esta Causa, que é de cada um, individualmente, e dos Poderes, Político, Civil, Religioso, Militar, que precisamos assumir – antes que seja tarde!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.