Bio-reserva da MilVoz “é um exemplo que deveria ser replicado”

A criação da Bio-Reserva Senhora da Alegria ocorreu no verão de 2019 e, nem uma semana após a escritura do terreno, um incêndio (que começou junto à povoação dos Moinhos, em Miranda do Corvo) avançou na direção da bio-reserva, cercando-a.
“Esta mata mostrou as suas valências na resistência ao avanço do incêndio florestal e travou a incidência do fogo que, rapidamente, se extinguiu por si mesmo”, lembrou Manuel Malva, presidente da MilVoz – Associação de Proteção e Conservação da Natureza.

Ler reportagem completa na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS em 18/07/2022

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.