“Valeu a pena criar a freguesia”, defende Gilberto Oliveira

Posted by

A Freguesia de Moinhos da Gândara foi constituída em 1997, na sequência da desanexação das Alhadas. Situada na zona gandaresa do Norte do concelho, é um das mais pequenas das 14 freguesias da Figueira da Foz. Ocupa um território de 10,74 quilómetros quadrados, nos quais habitam cerca de um milhar de pessoas.
O primeiro presidente da junta foi Albano Lé. Seguiram-se Paulo Rodrigues, Célia Oliveira e Gilberto Fajardo Oliveira, todos eleitos pelas listas do PSD. De resto, é o único executivo de junta de freguesia social-democrata do concelho. O atual autarca cumpre o primeiro mandato. “Valeu a pena criar a Freguesia de Moinhos da Gândara. O balanço dos 25 anos de existência é bastante positivo. A prova disso é bem visível”, defendeu Gilberto Fajardo Oliveira, em declarações ao DIÁRIO AS BEIRAS.

Ler reportagem completa na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS em 28/06/2022

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.