Tábua quer 85% do concelho com rede de cobertura de saneamento até final do mandato

Posted by

O presidente da Câmara de Tábua, Ricardo Cruz, disse hoje que tenciona ter 85% do concelho de Tábua coberto com rede de saneamento até ao final do mandato.

O presidente do Município de Tábua, do distrito de Coimbra, informou das obras que estão em curso e das que se vão iniciar, dando nota de que antes destes investimentos o município tinha uma rede de saneamento nos 67%.

Atualmente, está em fase de conclusão a obra para a construção do sistema de drenagem de águas residuais de Meda de Mouros e Bogalhas, e beneficiação e ampliação da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Pinheiro de Coja, orçadas em mais de um milhão de euros.

Outra das obras que está em fase final é a do sistema de drenagem de águas residuais de Espariz e Carragosela, que inclui a construção de uma ETAR, num investimento total de cerca de 1,2 milhões de euros.

No dia 27 de maio foi assinado o auto de consignação da obra de redefinição da ETAR de Touriz, na freguesia de Midões, no valor de 321.246 mil euros, assumido pela Associação Intermunicipal de Águas Residuais (AINTAR).

De acordo com o município, a ETAR já existe e o sistema está a funcionar, mas de forma “deficitária”.

Esta intervenção vai permitir não só “aumentar a qualidade de vida dos munícipes”, como também valorizar a “qualidade da água que vai para o leito do rio”.

O presidente da Câmara adiantou que vai ser lançado o concurso para o fecho da rede de drenagem dos aglomerados da Venda da Esperança, Balocas e Valongo.

“Nós estávamos [com uma rede de cobertura de saneamento] em 67%. Com estas obras em fase de conclusão vamos passar para os 77%. Com estas novas obras, se andarmos na roda dos 85%, é um valor excelente”, sublinhou o autarca.

O presidente deu ainda nota de que há zonas, habitações ou quintas que “não podem ter sistema de saneamento, porque ele não é possível”, e por isso, a autarquia vai adquirir um trator para “reforçar” a ida a esses locais para intensificar os “limpa-fossas”.

Questionado pela agência Lusa sobre a meta do Município de Tábua para a rede de saneamento, Ricardo Cruz adiantou que os 85% de área com rede de saneamento é uma meta “até ao final deste mandato”, concluiu.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.