Judoca Joana Diogo inicia apuramento para Paris2024 com quinto lugar na Mongólia

Posted by

A judoca portuguesa Joana Diogo iniciou a qualificação olímpica para Paris2024 com um quinto lugar no Grand Slam de Ulan-Bator, competição a disputar entre hoje e domingo e que marca o arranque do apuramento.

Joana Diogo, a competir em -52 kg, foi a portuguesa mais bem classificada no primeiro dia na Mongólia, onde Rodrigo Lopes terminou em sétimo e Francisco Mendes foi derrotado na estreia, ambos em -60 kg.

A judoca de Coimbra saiu da capital mongol com vitórias frente a Sayara Rozyyeva (Turquemenistão) e Khorloodoi Bishrelt (Mongólia), e derrotas com Diyora Keldiyorova, nas meias-finais, e Yerin Jung, na luta pelo bronze.

Joana Diogo, que é 38.ª do ‘ranking’ mundial em -52 kg, somou 360 pontos com este quinto lugar, mas que no apuramento olímpico vale a 50%, com os pontos a valerem metade até final de 2022, e a partir de 2023 e até final do ciclo olímpico já a 100%.

Em -60 kg, Rodrigo Lopes foi sétimo depois de estar isento na primeira ronda e ainda vencer o francês Richard Vergnes, por ippon, no combate de estreia, perdendo depois com o líder mundial Yung Wei Yang (Taiwan), e com Harim Lee (Coreia do Sul), já na repescagem.

Francisco Mendes, também em -60 kg, ‘caiu’ logo na estreia, com o judoca da Académica de Coimbra, 79.º do mundo, a perder diante do cazaque Bauuyrzhan Narbayev (40.º), num combate que se ‘arrastou’ até ao ‘golden score’ [prolongamento após os quatro minutos iniciais].

Em Ulan Bator, Portugal contará até domingo com mais três judocas: João Fernando a competir em -81 kg, no sábado, e Anri Egutidze em -90 kg e Jorge Fonseca em -100 kg, ambos no domingo.

Será a primeira competição do bicampeão mundial Jorge Fonseca, depois do judoca ter sido afastado logo no primeiro combate dos Europeus de Sófia, em 01 de maio

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.