Bandeira Azul nas duas praias fluviais

Estão hasteadas, desde o passado fim de semana, as bandeiras “Azul” e “Praia acessível” nas duas praias fluviais do concelho de Penacova: Reconquinho e Vimieiro. Ostentam também o selo “Qualidade de Ouro”.
Para além do reconhecimento da qualidade geral das duas referidas praias, a “Bandeira azul” simboliza igualmente o cumprimento de requisitos, que vão desde a qualidade da água à segurança do local, passando pela educação e gestão ambiental e pela existência de equipamentos de apoio de qualidade.

Acesso sem barreiras à mobilidade reduzida
Já a bandeira de “Praia Acessível para Todos” é um galardão que confirma a existência de condições para que os utentes com mobilidade condicionada possam também desfrutar destas zonas balneares, estacionamento reservado, acesso pedonal, passadeiras no areal e sanitários adaptados.
Quanto ao selo “Qualidade de Ouro”, trata-se de um galardão, atribuído pela QUERCUS – Associação Nacional de Conservação da Natureza, que avalia a qualidade das águas balneares nacionais, mas que tem também em conta a forma como decorreu a última época balnear.

Melhores condições de segurança no Reconquinho
Magda Rodrigues, vereadora da Câmara de Penacova com o pelouro das Praias Fluviais, destaca o investimento do município na “melhoria das condições de segurança e socorro da Praia Fluvial do Reconquinho”, através da aquisição de uma casa de madeira, que reúne melhores condições de apoio aos nadadores-salvadores, enaltecendo ainda que, “as nossas praias fluviais são cada vez mais um forte cartão de visita, onde a segurança e o bem-estar devem estar sempre em primeiro lugar”.
A Praia Fluvial do Vimieiro – que recentemente foi alvo de “um forte investimento da autarquia penacovense e da união das freguesias local” – hasteou também, pelo 2.º ano, a bandeira pertencente à Rede de Praias Fluviais das Aldeias de Xisto.

Ponte de madeira reposta todo os verões
A autarca Magda Rodrigues, que esteve presente na cerimónia de hastear as bandeiras, destacou o trabalho dos colaboradores da câmara, que todos os anos fazem, “com arte e engenho, a ponte de madeira no Reconquinho, já considerado por muitos um ícone deste local”.
As referidas cerimónias oficiais, ocorridas no sábado de manhã, nas duas praias fluviais do concelho de Penacova, contaram com a presença dos membros do executivo da Câmara Municipal de Penacova, presidentes das juntas de freguesia, deputados municipais, operadores turísticos locais, nadadores-salvadores e Agência Portuguesa do Ambiente – ARH Centro, entidade que faz a verificação dos critérios de qualidade para atribuição do galardão.

Ler reportagem completa na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS em 20/06/2022

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.