Opinião: Coimbra, futebol e cultura, capital da choraminguice

Posted by

A Académica.oaf passa por momentos muito complicados. Como se alguma vez não tivesse passado!
Com maiores ou menores dificuldades sempre existiram problemas no limite do insolúvel, mas que a seu tempo eram resolvidos. São os mesmo de hoje, agravados por uma crise mais violenta, mas que nos permitira – digo bem, “nos” – atacar o futuro de outra forma.
Estamos quase no fim de e da linha. Parece não existir salvação. Mas existe. Se a procurarmos bem, iremos precisar de várias boias para não nos afundarmos.
Seria uma desgraça se Coimbra não conseguisse respeitar a memória dos que nos antecederam. Não. Não é saudosismo. É vontade de construir, ou reconstruir, e encontrar uma nova forma de intervenção.
A equipa de futebol ter descido para a divisão 3 foi a “melhor coisa que poderia ter acontecido”! Por várias razões e de vária ordem!
Para começar, porque já ninguém exige uma subida de divisão a qualquer preço…mas uma reestruturação. Ainda bem. Pensamento inteligente!
Depois, porque o clube não se pode tentar alavancar só em dinheiros privados, porque quem investe quer legitimamente reaver o que é seu. A não ser que exista por aí um “Pai Natal” que possa deitar fora umas massas…para gaudio das massas!
No limite, aceite-se uma SAD, porque uma SAD será sempre escrutinada e um investidor privado nem por isso.
Na verdade, a Académica.oaf na divisão 3 não terá a televisão a patrocinar, mas terá hipótese de ter o seu próprio canal. Assim haja vontade, engenho e arte!
O clube é, a par dos 3 grandes, aquele que mais adeptos tem no país, na europa e no mundo. E está na hora, agora, de lhes dizer como são importantes.
Como nota de rodapé, direi que, a exemplo de clubes de cidades bem mais pequenas do que Coimbra, e em várias modalidades desportivas, o apoio aos clubes é dado de várias formas entre 150 e 200 pequenas, médias e grandes empresas.
Só cá no burgo, é que muitos, além de não participarem com nada, ainda estão à espera que a Académica.oaf lhe dê alguma coisa!
Mudem por favor, porque a Académica.oaf merece!
Se o não fizerem agora, estarão a abdicar daquilo que no momento, é o mais importante; a comunicação! A não ser, como é uso e abuso, colocar a liderar um projecto de comunicação um qualquer analfabeto que “use relógio no pulso direito”!
Quem for dirigir os destinos da Académica.oaf deverá dizer e explicar de imediato ao que vai!
Noutra dimensão, a cultural, como se desporto não fosse uma outra, ou outra forma de cultura, Coimbra também foi derrotada em toda alinha na sua candidatura a Capital Europeia da Cultura.
Ontem assisti, penso eu, ao harakiri da cultura de Coimbra.
Sem nunca terem percebido que o líder, só o era por amizade e não por competência dado que a sua dimensão cultural é curta e pouco ou nada reconhecida, os cidadãos de Coimbra nunca lhe deram o seu aval.
Esteve bem a representante do Instituto Politécnico de Coimbra, quando disse que foi a uma só reunião e não a convidaram para mais nenhuma. Ao que o líder da coisa lhe respondeu, “não foi porque não quis porque a porta estava aberta”. Um luxo!
Não percebeu o líder, nem mesmo a equipa, e até no limite o Conselho Consultivo, que não é o Povo que tem de ir à cultura, mas a cultura que tem de ir ao Povo.
Também por isso, a candidatura era medíocre, pese embora o júri não me parecer ser confiável!
Mas se sabiam que o não era, agiam antes e durante, para que não fracassasse no depois!
Amadores, muito amadores, que não sabem, não se informaram, ou ninguém lhes disse que, num conjunto de candidaturas a apresentar existe um mecanismo – chamemos assim – “benchmarking – que nos ensina a ver e perceber o que outros estão a fazer para fazer melhor!
Esta ferramenta serve para todo o tipo de actividades. Mas é necessário percebê-la…mas sem “passes de mágica”!
Andamos a ouvir a mesma coisa há mais de 50 anos!
O futuro passará por quem perdeu, ou percebem desde já que terão de se afastar para que outros possam dar a dimensão cultural que Coimbra merece?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.