Montemor-o-Velho alerta contra falta de funcionários nos registos civil, predial e comercial

Posted by

A Câmara de Montemor-o-Velho manifestou-se hoje, durante a reunião do executivo, preocupada com a falta de recursos humanos no Conservatória dos Registos Civil, Predial, Comercial e Automóveis.

A posição foi assumida na sequência de uma interpelação apresentada pelos vereadores da oposição (coligação PPD/PSD-CDS/PP)sobre a falta de recursos humanos naquela conservatória e manifestando a sua preocupação com a situação, posição em que foi acompanhada pela maioria socialista.

“A falta de recursos humanos deste serviço público é preocupante, com duas conservadoras adstritas ao serviço e nove funcionários divididos pelas diversas categorias, mas apenas se encontram ao serviço metade deste efetivo, naturalmente por razões de doença”, disse à agência Lusa, a vereadora coligação PPD/PSD-CDS/PP, Maria João Sobreiro.

Esta situação “reflete-se bastante no serviço prestado à população”, já que os funcionários que se encontram ao serviço “estão severamente cansados e desgastados”, tendo de fazer o “dobro do serviço que seria suposto”, sublinhou.

De acordo com o documento de interpelação, trata-se de um problema que afeta os serviços públicos de forma geral.

Os funcionários são “todos acima dos 50 anos”, muitos deles “encontram-se doentes e o Instituto de Registos e Notariado não reforça os recursos humanos nas conservatórias”

“Esperemos que daqui a uns anos, quando estes funcionários se reformarem, não ter a triste notícia do encerramento destes serviços direcionando os cidadãos para os grandes centros urbanos”, advertiu a coligação.

Os vereadores da PPD/PSD-CDS/PP apelam para que a Conservatória dos Registos Civil, Predial, Comercial e Automóveis de Montemor-o-Velho faça um reforço nos recursos humanos, para que este serviço público “funcione adequadamente e responda de forma eficaz às necessidades” da população.

A interpelação da bancada do PSD-CDS/PP foi subscrita por todo o executivo na reunião de câmara municipal de hoje.

“Concordo e subscrevo, aliás votei favoravelmente porque efetivamente há uma desertificação dos serviços públicos. Começamos a ver o abandono progressivo das pessoas nos serviços e a ausência das pessoas nos serviços, o que nos assusta e nos deixa preocupados”, disse hoje à agência Lusa, o presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho (PS), Emílio Torrão.

“Efetivamente a ausência destes serviços têm graves consequências na economia local, na qualidade de vida das pessoas e nós não sobrescrevemos a política de que o encerramento desses serviços possa vir a beneficiar quem quer que seja”, concluiu o autarca.

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.