Coimbra (inteira) a brincar

Foto de Pedro Ramos

A resposta do pequeno Vicente deixa qualquer um desarmado: “Os meus pais brincam comigo, mas, quando estão chateados um com o outro, é um inferno”. Se levassem a vida menos a sério, talvez os pais daquele menino de 10 anos, que ontem brincava no Parque Verde, não se “chateassem” tantas vezes. Porque, como refere a Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC), “o brincar é uma fonte de prazer, alegria e aprendizagem, essencial ao desenvolvimento, assim como à saúde física e mental”.
Tal como o pequeno Vicente, muitas outras crianças coloriram a margem direita do Parque Verde do Mondego, naquele que foi o primeiro dia do “Coimbra a Brincar”. Mas também não faltaram adolescentes e adultos.
“É maravilhoso. Tivemos a participação de pessoas de todas as idades: desde bebés com meses até pessoas com 90 anos. É a prova de que brincar é para todos”, referiu ao DIÁRIO AS BEIRAS Teresa Paiva, psicóloga da APCC, que, em 1999, após ter participado num encontro de Ludotecas no Japão, resolveu replicar a ideia e propor a realização do “Coimbra a Brincar”.
“Numa época tão terrível como esta que se vive, sobretudo em relação a alguns aspetos da vida social, é preciso brincar”, salientou.

Ontem a festa foi dirigida particularmente a escolas, jardins de infância e lares. Mas hoje – Dia Internacional do Brincar – , o evento está preparado para receber especialmente grupos familiares.
Das atividades previstas para esta 10.ª edição fazem parte alguns dos habituais “clássicos”, como os jogos ampliados, o teatro e os contos, as cantigas e as danças, os passeios a cavalo e muitas novidades. O programa completo pode ser consultado no site da APCC, em www.apc-coimbra.org.pt, ou em em www.facebook.com/CoimbraaBrincar.
“Todas as atividades são recomendáveis a qualquer idade e apresentam apenas uma advertência: divirtam-se o mais que puderem”, refere a APCC.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.