“Apresentamos uma notável melhoria dos indicadores”

“Apresentamos uma notável melhoria dos indicadores”. Palavras de Diana Breda, presidente do conselho diretivo do Hospital Arcebispo João Crisóstomo (HAJC), proferidas ontem, durante a sessão “A experiência de um modelo partilhado de prestação de cuidados paliativos entre duas instituições do SNS (CHUC e HAJC)”, que decorreu num dos anfiteatros dos Hospitais da Universidade de Coimbra.

De acordo com a responsável, menos de um ano e meio depois de iniciado, o modelo partilhado de prestação de cuidados paliativos entre o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e o HAJC, a parceria permitiu aumentar “em 50% o número de doentes que esteve internado na unidade [de Cantanhede] e o número de referências a partir do domicílio do doente representa já um quarto dos doentes que lá ingressam”. “Já 11% dos doentes provém diretamente da urgência”, acrescentou a responsável, destacando que “estas referenciações são muito convenientes para o doente e evitam internamentos desnecessários no CHUC”.

Ler notícia completa na edição de hoje do DIÁRIO AS BEIRAS 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.