Acidente em zona de perigo gera polémica

Posted by

Um despiste ocorrido ontem às 9H06 na Estrada Nacional 110 (EN110) no concelho de Penacova provocou um ferido ligeiro, revelou ontem ao DIÁRIO AS BEIRAS uma fonte dos bombeiros voluntários do concelho. Foi um dos três acidentes registados em zonas periféricas de Penacova num intervalo de cerca de duas horas e meia da manhã de ontem, em que o piso escorregadio terá sido a principal causa.

Todavia, no caso concreto do acidente na EN110, a ocorrência extravasou as consequências físicas e materiais do embate, gerando um clamor de protestos nas redes sociais. É que o despiste teve lugar numa zona de curva e contracurva – entre as povoações da Rebordosa e do Caneiro, a poucas centenas de metros do ramal para São Mamede – onde o asfalto foi substituído
por um piso cor de tijolo com o objetivo de sinalizar o troço pela sua perigosidade. Automobilistas que frequentam a estrada referiam ontem, todavia, que o piso colorido faz perder a aderência com chuva, o que motivou Jorge Neves, do Movimento Espontâneo de Cidadão (MEC) de Penacova, a solicitar um esclarecimento à Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC) sobre o material aplicado na estrada. De acordo com o próprio, a resposta foi de que “a intervenção na EN
110 foi realizada de acordo com os pareceres das devidas entidades, nomeadamente a entidade que possui aquela estrada sob
sua jurisdição, a Infraestruturas de Portugal (IP)”, concluindo que é uma solução que “cria condições para que todos circulem com mais segurança”.

Ler notícia completa na edição de hoje do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.