Viseu: Teatro Viriato assinala Dia Mundial da Dança com Leonor Keil e lançamento de livro

Posted by

Foto: Teatro Viriato

Um espetáculo da bailarina Leonor Keil, que fez 30 anos de vida artística, e o lançamento do livro “Dança”, da editora Pato Lógico, assinalam este ano o Dia Mundial da Dança no Teatro Viriato, em Viseu.

“Para assinalar o Dia Mundial da Dança, que se celebra em 29 de abril, o Teatro Viriato preparou uma programação especial, que inclui o lançamento do novo livro da editora Pato Lógico e a apresentação de um espetáculo da bailarina e coreógrafa Leonor Keil e Cão Danado”, anunciou a organização.

A partir das 21:00 do dia 29, a sala de espetáculos do Teatro Viriato apresenta “Histórias de Além Terra”, de Leonor Keil, que assinalou os trinta anos de vida artística da bailarina e coreógrafa recentemente, e da companhia Cão Danado.

“Histórias de Além Terra” é um “espetáculo assente em três capítulos: suspensão, em queda e no solo, que questiona, de maneira lúdica, a relação entre os humanos e o cosmos”.

Para isso, a bailarina “apresenta narrativas com fortes componentes iconográficas, coreográficas e poéticas (no sentido lato), em que se projetam preocupações e interrogações, nascidas na terra, no ‘ecrã’ espaço sideral, e em que também se fazem baixar mistérios do cosmos que interpelam os humanos ao nível da perceção terrena”.

Trata-se, principalmente, “de problematizar, de maneira lúdica, mas informada, os modos de relação entre os humanos e o imenso desconhecido que os rodeia, ora colocando a tónica na visão mitológica, ora convocando o olhar científico”.

“Ter o universo como palco foi um desafio que desde logo me atraiu. Quando o desafio se cumpre, vem o verdadeiro voo e a perspetiva muda. O pensamento torna-se mais abstrato, quase fora do meu alcance. É uma imensidão de espaço a preencher, mas é inevitável desejar mergulhar”, reconheceu Leonor Keil.

A bailarina contou que “o texto original, da autoria da Regina, serve de fio condutor” e Leonor Keil e a equipa que reuniu olham para o projeto “como sendo um trabalho em desenvolvimento, um percurso de experimentação, de descoberta e de risco”.

“O projeto envolve ferramentas novas e desconhecidas, uma vastidão de tarefas ainda por aprender. Mas é grande a nossa vontade de projetar para uma cúpula e poder dançar de pernas para o ar, como o Fred Astaire ou um asteroide à deriva. Tal como o palco, o universo é um abismo”, disse Leonor Keil.

Na manhã do mesmo dia, a editora Pato Lógico lança em Viseu “o terceiro título da coleção Atividário que se intitula ‘Dança’, um livro lúdico que fala de uma arte tão antiga como a humanidade”.

“Um atividário (atividades + abecedário) é um livro temático organizado por ordem alfabética, que propõe atividades práticas para fazer na escola ou em casa. De A a Z, cada tema é explorado através de referências artísticas, históricas, científicas ou filosóficas”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.