Politécnico de Leiria e Associação Indo-Europeia assinam acordo de cooperação

Posted by

FOTO DR

O Politécnico de Leiria e a Associação Indo-Europeia de Ciências e Artes (AIECA) estabeleceram uma parceria que pretende reforçar a cooperação com a Índia nas áreas da investigação científica e da criação artística.

O protocolo, com a duração de três anos e renovável, foi assinado na terça-feira, em Leiria, e “visa potenciar as sinergias existentes em cada instituição, por forma a melhor concretizar o desempenho das suas missões”, referiu o Politécnico de Leiria.

“Ambas as instituições, no exercício das suas atribuições e na utilização dos seus recursos, procurarão estabelecer e desenvolver relações de cooperação e de colaboração nos domínios e nas áreas em que essas atribuições possam ser potenciadas pela complementaridade ou alternatividade dos recursos de que cada uma disponha”, lê-se na informação.

Citado na mesma nota de imprensa, o presidente do Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa, destacou que a assinatura do acordo “é muito importante” para a instituição de ensino superior “global e multicultural, com estudantes de todos os pontos do mundo, nomeadamente da Índia”.

Rui Pedrosa disse esperar que este protocolo ajude a “integrar melhor” os estudantes, “particularmente os estudantes internacionais oriundos da Índia”.

“Esperamos igualmente que, juntos, possamos construir no futuro algumas pontes com a Índia para recebermos mais estudantes, nomeadamente nos nossos cursos de mestrado”, adiantou Rui Pedrosa, garantindo que a associação pode contar com o Politécnico para “estabelecer ligações com a comunidade indiana da região de Leiria”.

Já o presidente da AIECA, Hiren Canacsinh, salientou a relevância do protocolo para criar sinergias e aproximar “estas duas culturas cada vez mais, não só em termos académicos, mas também ao nível empresarial e industrial”.

“Atualmente existem já distintos protocolos que facilitam a integração da população indiana em Portugal, no entanto, existem ainda várias dificuldades, pelo que este protocolo é importante para apoiarmos esta integração e colaborarmos em diferentes áreas”, declarou Hiren Canacsinh.

Segundo informação disponibilizada à agência Lusa, o Politécnico de Leiria tem cerca de 14.000 estudantes, dos quais 1.500 são internacionais. Destes, 10 são indianos.

A Associação Indo-Europeia de Ciências e Artes, sem fins lucrativos, pretende promover o desenvolvimento e a divulgação da investigação científica, tecnológica e das criações artísticas que permitam o reforço do intercâmbio e da cooperação entre Portugal, a Índia e a Europa.

“Trata-se de uma entidade que prevê promover a transferência de conhecimento e a criação de redes colaborativas entre as comunidades académicas e científicas portuguesas e indianas, além de fomentar as relações externas e realizar projetos de solidariedade social”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.