Pena suspensa para “avô” abusador de Tábua

Posted by

Arquivo

Um homem de 79 anos foi ontem condenado a cinco anos de prisão, suspensa por igual período, pela prática de três crimes de abuso sexual de menor.

Os factos tiveram lugar no ano de 2019 no concelho de Tábua e, segundo a presidente do coletivo de juízes do Tribunal de Coimbra, o tribunal “acreditou nas declarações prestadas pela menor de sete anos (à altura dos factos) para memória futura”. A juíza referiu que, “apesar das limitações (da idade), a vítima descreveu bem os factos”.

Importante para a decisão do coletivo, pois o arguido remeteu-se ao silêncio em todo o julgamento, foram as declarações feitas pela mãe da menor e que permitiram a esclarecer algumas das circunstâncias dos factos ocorridos naquela altura. O relatório pericial que confirmou a credibilidade das declarações feitas pela menor foi outro dos meios usados pelo coletivo para confirmar a prática destes crimes.

Versão completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.