Montemor-o-Velho destaca “poupança significativa para investimento de cerca de 2,5 ME”

Posted by

“FOTO DR”

A Câmara de Montemor-o-Velho anunciou uma “poupança significativa para investimento de cerca de 2,5 milhões de euros”, no dia em que aprovou o Relatório de Gestão e Prestação de Contas de 2021.

“A boa gestão das receitas, das despesas e da amortização de empréstimos traduziu-se numa poupança significativa para investimento de cerca de 2,5 milhões de euros (ME)”, referiu o presidente do município, Emílio Torrão, citado numa nota de imprensa daquela Câmara do distrito de Coimbra.

Na informação enviada à agência Lusa, a Câmara destacou que a “poupança corrente gerada em 2021 na autarquia montemorense é mais um indicador da rigorosa execução do orçamento”.

“A Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, aprovou, em reunião do executivo realizada esta sexta-feira, dia 22 de abril, com os votos contra dos vereadores da coligação PPD/PSD.CDS-PP, o Relatório de Gestão e Prestação de Contas de 2021. O documento, que reflete o trabalho rigoroso que tem sido feito na gestão e consolidação financeira do Município Montemorense, será agora submetido à apreciação e votação da Assembleia Municipal”, informou.

Na nota, lê-se também que o município “encerrou o ano de 2021 com uma taxa de execução da receita de 86,44%, representando um crescimento de 20,76% face à receita total cobrada em 2020”.

“Também na execução da receita de capital, ou seja, investimento, se registou um aumento significativo de 106,78% face aos valores de 2020, alcançando o Município de Montemor-o-Velho uma execução da receita de capital em 2021 de 88,81%. No que diz respeito à despesa verificou-se um aumento de execução de 28,02%, com uma execução da despesa total em 2021 de 69,63%, traduzindo-se numa maior eficácia no cumprimento dos objetivos orçamentais, principalmente graças ao aumento significativo de 55,06% na execução da despesa de capital, isto é, investimento, face a 2020. Em 2021, a execução da despesa de capital atingiu 63,20%”.

A Câmara enalteceu os “bons resultados atingidos mesmo em ano eleitoral e em situação de pandemia” e explicou-os “em cinco importantes indicadores orçamentais” que relevam o trabalho alcançado.

“No aumento em quase 33% da capacidade das receitas de capital pagarem as despesas de capital; na diminuição do peso da despesa corrente face à despesa total; no aumento do peso da despesa de capital face à despesa total; na diminuição do peso dos custos com pessoal, juros e encargos dos passivos financeiros face à despesa total; e no aumento do peso da despesa com aquisição de bens de capital (investimento)”.

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.