Mercado do Queijo Rabaçal cruza produtos locais com legado romano em Penela

Posted by

Queijo, vinho, azeite, mel e nozes são alguns dos produtos locais comercializados no domingo no Mercado do Queijo Rabaçal e dos Romanos, no concelho de Penela.

Prevista inicialmente para a estação arqueológica da Villa Romana do Rabaçal, a feira, devido às condições meteorológicas, “é deslocalizada desta vez para uma tenda gigante”, no Campo de Futebol da localidade, disse hoje a presidente da União de Freguesias de São Miguel, Santa Eufémia e Rabaçal, Maria Marmé.

“Tenho muita pena de não ser na Villa Romana. Nesta 11.ª edição do Mercado, já temos 49 bancas, com o famoso queijo do Rabaçal e um bocadinho de tudo”, incluindo o artesanato do concelho, adiantou à agência Lusa.

Quando Maria Marmé, então presidente da Junta da extinta freguesia do Rabaçal, lançou a iniciativa, em 2010, um dos objetivos era contribuir “para não acabar nunca o queijo do Rabaçal”, incentivando o aparecimento de novos rebanhos de ovelhas e cabras e de novas queijarias.

A autarca assume “muito orgulho” nos resultados de um evento que considerou ter “um valor incalculável” na promoção da economia local, com a criação de emprego, na antiga freguesia do concelho de Penela, distrito de Coimbra.

“Já temos cá outra fábrica. Conseguimos também que houvesse mais queijarias artesanais licenciadas”, sublinhou.

Os rebanhos tendiam a acabar, mas, segundo a autarca, “as pessoas começaram a ter paixão e a ter os próprios rebanhos”.

“Conseguimos dar esse entusiasmo à população”, congratulou-se.

Em comunicado, a organização realçou a importância de “sensibilizar a comunidade para a atividade de pastorícia e da produção tradicional do queijo Rabaçal, valorizando em simultâneo outros produtos e elementos que caracterizam a região, num ambiente de recriação histórica conjugada com a festa popular”.

“O visitante é assim convidado a reviver o ambiente do palácio da Villa Romana do Rabaçal, desde o século IV até à atualidade, participando numa história que vai percorrendo os diversos espaços e tempos deste complexo agrícola”, referiu.

O programa do Mercado do Queijo Rabaçal e dos Romanos, que nos dois últimos anos não se realizou devido à pandemia da covid-19, será “animado por um conjunto de recriações históricas, ateliês infantis para o fabrico de pão e queijo, e elaboração de mosaicos romanos, contando ainda com um passeio pedestre para todos os visitantes”.

A iniciativa é organizada pela União das Freguesias de São Miguel, Santa Eufémia e Rabaçal, com o apoio da Câmara de Penela e a colaboração da Associação de Caminheiros de Penela, Agrupamento de Escuteiros de Penela, Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro, Centro Social e Polivalente do Rabaçal e Associação de Produtores de Queijo Rabaçal.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.