Futebol: O. Hospital garante manutenção na Liga 3

Arquivo Liga3/FPF

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (O. Hospital) garantiu, ontem, a manutenção na Liga 3 de futebol. Face ao empate entre o Sporting B e Oriental Dragon,1-1, a equipa comandada por Tozé Marreco conseguiu um feito histórico, quando ainda faltam duas jornadas para o final do campeonato.
O presidente do O. Hospital, Mário Brito, mostrou-se orgulhoso com a concretização do objetivo depois de “terem condenado o Oliveira do Hospital à descida antes de entrar em campo”. “É merecido por aquilo que fizemos e estamos felizes por continuar na Liga 3”, acrescentou.
O dirigente considerou “excelente” o trabalho desenvolvido pela equipa técnica, liderada por Tozé Marreco. Mário Brito relembrou que a equipa serrana teve um orçamento inferior à maior parte das equipas da série sul da Liga 3, na primeira fase, e também da fase de manutenção/descida. “Fomos uma equipa competitiva e os que nos ganharam tiveram de suar para o fazer”, enalteceu.

Casa emprestada
Tozé Marreco, que já tinha conseguido na época passada a subida à Liga 3, garante agora a manutenção a duas jornadas do final da 2.ª fase. “É incrível, planeámos chegar a esta fase muito fortes. Conseguimos [a manutenção] graças ao trabalho e o mérito é todo dos jogadores”, frisou.
Com um arranque do campeonato marcado pelos casos de covid-19, o conjunto “azul e branco” teve de andar com a “casa às costas” durante toda a competição. Nos encontros na qualidade de visitados, os comandados de Tozé Marreco começaram a jogar a mais de 150km de Oliveira do Hospital, tendo tido o primeiro duelo “em casa” disputado no Estádio do São João de Ver (recinto mais próximo autorizado pela FPF para jogos da Liga 3).
No resto da época, o Estádio Municipal de Tábua (cerca de 20km) foi a infraestrutura que recebeu as partidas em casa do O. Hospital.

Pode ler a notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.