Bombeiros de Castelo Branco recebem duas viaturas de transporte de doentes

Posted by

FOTO: Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco (AHBVCB) recebeu hoje duas viaturas de transporte de doentes para reforçar a sua frota automóvel e melhorar as condições de transporte e de conforto dos utentes.

“Os Bombeiros Voluntários de Castelo Branco são importantes para o concelho e trabalham diariamente em prol do bem-estar da população. A Câmara Municipal tem que reconhecer esse trabalho e criar condições para que o façam bem e de uma forma eficaz”, afirmou o presidente do Município de Castelo Branco, Leopoldo Rodrigues.

O autarca falava durante uma cerimónia de entrega de duas viaturas à AHBVCB, que decorreu em frente ao edifício dos Paços do Concelho de Castelo Branco.

As duas novas viaturas, no valor de 47 mil euros, foram oferecidas pelo município de Castelo Branco aos bombeiros locais.

Questionado pela Lusa sobre eventuais apoios a prestar aos “soldados da paz” para fazerem face ao aumento de custos provocados pelo constante aumento no custo dos combustíveis, Leopoldo Rodrigues deixou bem claro que “não haverá nenhuma necessidade operacional que impeça o seu desempenho”.

O autarca sublinhou ainda que o município está atento à capacidade operacional dos bombeiros que foi, aliás, reforçada recentemente com a criação de mais uma equipa de intervenção permanente.

Já o comandante dos Bombeiros de Castelo Branco, José Neves, explicou que estas duas viaturas novas vão reforçar a frota existente e colmatar uma lacuna que existia.

“São viaturas mais pequenas, com maior eficiência energética e mais confortáveis”, afirmou.

Atualmente, a frota automóvel de transporte de doentes dos bombeiros albicastrenses é composta por sete ambulâncias de emergência pré-hospitalar, sete viaturas de transporte de doentes não urgentes e quatro viaturas de transporte de doentes, onde já estão incluídas estas duas.

“Temos uma frota muito boa, a funcionar e totalmente operacional”, concluiu José Neves.

Em 2021, um ano que foi atipicamente calmo, os bombeiros de Castelo Branco percorreram um total de 700 mil quilómetros, quando, no ano anterior, esse valor se cifrou em 900 mil.

A Câmara de Castelo Branco atribui anualmente à AHBVCB um subsídio na ordem dos 350 mil euros, além de outras ajudas pontuais para ajudar a fazer face às despesas.

Só em combustíveis, os bombeiros gastavam uma média mensal de 20 mil euros, valor esse que aumentou em cerca de 40%, com os constantes aumentos que se têm verificado.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.