Góis procura casas desocupadas para recolher refugiados ucranianos

Posted by

DR

A Câmara Municipal de Góis está a procurar imóveis desocupados com condições de habitabilidade para acolher, por tempo indeterminado, famílias ucranianas em fuga à guerra, respondendo assim à atual crise humanitária.

“O município de Góis, no contexto da guerra na Ucrânia, e como contributo para dar resposta à atual crise humanitária, pretende reunir esforços para uma mobilização global de apoio ao povo ucraniano”, referiu a Câmara.

Esta autarquia do distrito de Coimbra está a consultar a comunidade “sobre a disponibilidade de cedência de imóveis desocupados, por tempo indeterminado, em razoável estado de conservação e com condições de habitabilidade imediata, para acolher famílias ucranianas”.

No caso de se verificar essa disponibilidade, “será necessária a visita às habitações por parte dos nossos serviços, no sentido de aferir os elementos necessários para posterior comunicação às entidades governamentais responsáveis pelo processo de acolhimento de refugiados ucranianos”, adiantou a Câmara de Góis.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.