Covid-19: Certificado de vacinação de menores deixa de ter prazo de validade

Posted by

FOTO DR

Os menores de idade que tenham recebido pelo menos a vacinação primária contra a covid-19 estão isentos do prazo de validade de nove meses do certificado digital europeu, segundo as novas regras hoje adotadas pela Comissão Europeia.

Segundo as novas regras, apenas os certificados digitais covid da União Europeia (UE) dos maiores de 18 anos estão agora sujeitos a um prazo de validade de 270 dias (nove meses) após a administração da última dose de vacinação primária.

Para a vacina Johnson&Johnson, tal significa 270 dias após a primeira e única injeção. Para uma vacina de duas doses, significa 270 dias após a segunda injeção.

Esta flexibilização das regras deve-se ao facto de nem todos os Estados-membros da UE recomendarem o reforço da vacinação a menores.

A isenção deverá ser aplicada por cada Estado-membro – através da adaptação das aplicações que verificam a validade dos certificados – até 06 de abril.

O Certificado Digital Covid da UE é uma prova digital de que uma pessoa está vacinada contra a doença, recebeu um resultado negativo de um teste ou recuperou da covid-19.

A covid-19 provocou pelo menos 5.914.829 mortos em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.