Arganil, Pampilhosa da Serra e Góis temem efeitos da seca

Os municípios de Arganil, Pampilhosa da Serra e Góis, no interior do distrito da Coimbra, temem os efeitos do período de seca que o país atravessa, sobretudo a probabilidade de os fogos florestais se acentuarem.

Para já, o abastecimento de água ainda não está comprometido, mas, se a chuva não aparecer em abundância, será uma grande preocupação para os autarcas.

“Temos uma preocupação total com esta situação. As nascentes estão sem água e as albufeiras estão em níveis nunca vistos”, descreveu Jorge Custódio, presidente da Câmara da Pampilhosa da Serra.

|Ler notícia na integra na edição de hoje do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.