Vila Nova de Poiares quer requalificar escola-sede no atual mandato

Posted by

FOTO DR

O presidente da Câmara de Vila Nova de Poiares afirmou hoje que pretende avançar com a requalificação da escola-sede do agrupamento do concelho no atual mandato, numa intervenção que terá um custo de dois milhões de euros.

“Queremos intervencionar a escola-sede Daniel de Matos. Temos esperança de que, neste mandato, seja possível reabilitar essa infraestrutura”, disse João Miguel Henriques, que discursava na sessão solene de celebração do Dia do Município, que decorreu no Centro Cultural de Vila Nova de Poiares, distrito de Coimbra.

Questionado pelos jornalistas, o autarca realçou que o município está já “a avançar com os projetos de execução, em conjunto com o Ministério da Educação”, para posteriormente, no âmbito de programas de fundos comunitários, ser possível candidatar a empreitada.

“Sem financiamento, não há obra. Mas estamos convencidos de que nestes quatro anos vamos conseguir executar” essa intervenção, frisou João Miguel Henriques, esclarecendo que o investimento necessário para a requalificação rondará os dois milhões de euros.

No discurso, o presidente da Câmara de Vila Nova de Poiares realçou que a atração de investimento e o fomento da competitividade económica do concelho continuam a ser prioridades, apontando para a conclusão da infraestruturação do Polo II da Zona Industrial.

“O Polo II, ainda antes de estar concluído, já estava praticamente comprometido. Neste momento, ainda não tem todos os lotes preenchidos, porque a venda de alguns desses lotes depende da concretização de candidaturas para projetos de investimento empresarial”, disse, aos jornalistas.

Segundo o autarca, nessa nova zona empresarial, há apenas quatro lotes disponíveis, de um total de 30 construídos.

“Esta constatação leva a perceber que temos que investir nesta matéria. Poiares continua com capacidade de atrair novos investimentos, os empresários continuam a bater-nos à porta a dizer que têm necessidade de espaço para os seus investimentos”, notou.

Nesse sentido, João Miguel Henriques defendeu uma expansão do atual Polo II e a criação de um Polo III da Zona Industrial.

“No caso do Polo III, vamos avançar com estudos e a obra não se deve concretizar [nestes quatro anos], até porque vai obrigar a uma revisão do Plano Diretor Municipal. Quanto à expansão do Polo II, acreditamos que seja ainda possível nestes quatro anos avançar de forma mais substancial”, disse.

Na cerimónia, discursaram também, entre outros, o presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, Emílio Torrão, e a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Isabel Damasceno.

No evento, a Câmara de Vila Nova de Poiares atribuiu a medalha de mérito (grau ouro) ao ator Tiago Aldeia, à nadadora Camila Rebelo, ao secretário executivo da CIM Região de Coimbra, Jorge Brito, e à Companhia de Teatro Experimental de Poiares.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.