Figueira da Foz: Armador António Miguel Lé vence prémio nacional

Posted by

FOTO DB/JOT’ALVES

A Simplesmente Mar foi distinguida ontem, em Lisboa, pelo ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, por ter sido a segunda empresa portuguesa de pesca de cerco que mais faturou em 2021. Ao final do dia, regressados da capital com o prémio na mão, o empresário figueirense António Miguel Lé e os dois filhos, que trabalham com o pai, Nuno Lé e Ricardo Lé, foram recebidos pelo presidente da Câmara da Figueira da Foz, Pedro Santana Lopes.
A empresa tem três embarcações – “Mar eterno”, “Gaivota do Mondego” e “Pai eterno”, mas o grupo empresarial, do mesmo empresário, tem outras quatro. “O porto de pesca e a cidade da Figueira da Foz têm todas as condições para desenvolver um trabalho que seja um exemplo nacional. Aqui está o verdadeiro trabalho que, com a resiliência desta empresa e de quem trabalha nela, apesar das condições que são conhecidas, que não são iguais às dos outros portos, conseguimos alcançar o segundo lugar nacional”, declarou António Miguel Lé ao DIÁRIO AS BEIRAS.

Notícia completa nas edições impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.