Decisão de deportação de Djokovic fez aumentar conflito diplomático com a Sérvia

Posted by

O presidente sérvio, Aleksandar Vucic, afirmou hoje, domingo, que o tenista Novak Djokovic  – que será deportado da Austrália – foi maltratado e vítima de uma “caça às bruxas” digna de espetáculo “orwelliano”, considerando que quem se humilhou foram as autoridades australianas.

“Lançaram-se numa caça às bruxas contra uma pessoa e um país. Quiseram demonstrar em Novak como funciona a ordem mundial e o que podem fazer contra qualquer pessoa”, disse o líder nacionalista populista, citado pela agência noticiosa sérvia Tanjug.

“Vocês não humilharam Djokovic, mas humilharam-se a vocês próprios”, disse Vucic, referindo-se às autoridades de imigração da Austrália, onde o primeiro torneio Grand Slam começa amanhã, segunda-feira.

Esta reação surge depois do Tribunal Federal da Austrália ter decidido, por unanimidade, que o cancelamento do visto do jogador de ténis pelo Ministro da Imigração tem uma base legal, pelo que Djokovic será deportado. Em causa está o facto de o tenista não ser vacinado, ter violado diretrizes de isolamento e ter prestado falsas declarações.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.