Bombeiros de Góis fazem contas para pagar despesas

FOTO DR

As dificuldades financeiras dos Bombeiros Voluntários de Góis obrigam a corporação a “fazer contas” diariamente para pagar as despesas no final do mês, disse à agência Lusa o comandante Fernando Gonçalves.

Com uma despesa mensal na ordem dos 27 mil euros para salários, a Associação Humanitária de Góis “vive com bastantes dificuldades para estar nas várias frentes do socorro, a transportar doentes e apoiar as diversas atividades realizadas no concelho”, assumiu Fernando Gonçalves, que há mais de ano e meio comanda a corporação.

“Digamos que estamos a fazer contas todos os dias para efetuar o pagamento das nossas despesas”, salientou o comandante, que se queixa dos baixos valores pagos pelas entidades do Estado no transporte de doentes e nas emergências pré-hospitalares.

Leia a notícia completa na edição de hoje do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.