Região de Coimbra: Gabinete do ministro Nelson Souza desmente Emílio Torrão

Posted by

ARQUIVO DB/PEDRO RAMOS

O gabinete do ministro do Planeamento, Nelson Souza, foi duro na resposta às declarações do presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC), Emílio Torrão (também presidente do Município de Montemor-o-Velho), publicadas na edição de 22 de dezembro do DIÁRIO AS BEIRAS.
Numa nota enviada ao presidente da CIM-RC – a que o jornal teve acesso – o gabinete ministerial responde às críticas de Emílio Torrão, quando este afirmou que, se for criada a NUT II da Península de Setúbal, como anunciou o primeiro-ministro a 26 de novembro, “as outras regiões vão ser prejudicadas, pois o apoio total que o país recebe de Bruxelas é o mesmo, não aumenta”.
A chefe de gabinete de Nelson Souza respondeu no mesmo dia, após contacto telefónico entre o ministro e o presidente da CIM-RC, que “o orçamento total de cada país para a categoria das regiões menos desenvolvidas resulta do somatório das contribuições de cada NUT III elegível, não existindo, ao contrário do que V. Exª afirma, nenhum apoio total que o país recebe de Bruxelas”. Se for criada a referida nova NUT II haverá “um reforço adicional do orçamento global do país para essa tipologia de regiões”.

Notícia completa nas edições impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.