Opinião: A nova ponte deveria ter duas faixas de rodagem?

Posted by

Rota da Costa Atlântica, é o troço da ciclovia europeia que no nosso concelho, para além de uma nova ponte, nos permitirá ter também, por exemplo, uma via clicável através do Cabo Mondego ou a requalificação de vias circundantes da Lagoa da Vela e do Mosteiro de Seiça. Claro, que todos desejaríamos que a nova ponte tivesse mais do que uma via rodoviária, ter mais é melhor do que ter menos. Mas do que aqui se trata é da argúcia de ter na mão um projeto para uma ponte apenas clicável e conseguir transformá-lo numa oportunidade para concretizar um anseio com dezenas de anos de todos os que residem no sul do Concelho. Questões técnicas e ambientais ditaram que este desígnio apenas pudesse ser concretizado com determinadas condicionantes, que limitaram a construção a apenas uma faixa de rodagem. Este é pois, o projeto possível, mas que, ainda assim, não se podia perder. A ponte Edgar Cardoso continuará a ser a travessia principal entre as duas margens do Mondego e porque a nova ponte serve uma parte especifica da população figueirense, acredito que é muito razoável a solução dos semáforos a alternar o sentido da circulação. De qualquer forma, será preferível ter apenas uma faixa ou não ter nenhuma, como até aqui?! Alqueidão e o resto do concelho. Duas margens que finalmente se aproximam, em mais de 20 minutos e vários quilómetros, numa perspetiva de verdadeira coesão territorial!

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.