“Almedina” regressa 17 meses depois

Posted by

DB- A.A.

A escultura de Celestino Alves André, “Almedina”, foi ontem reposta no lugar de onde foi retirada há 17 meses – junto ao Centro de Arte Contemporânea de Coimbra no Arco de Almedina. Numa “cerimónia singela”, como foi chamada, o presidente da câmara, José Manuel Silva, afirmou que não compreendeu as razões que levaram à sua retirada daquele local. “Trata-se de uma magnífica escultura que é a mais fotografada de Coimbra”, referiu o autarca. Com este gesto, o presidente da câmara considerou que a cidade está a voltar “a ser o que era e será cada vez mais e melhor; aquela Coimbra que todos desejamos que seja”.

A proximidade com o Centro de Arte Contemporânea de Coimbra foi também realçada por José Manuel Silva, pois tratam-se de espaços de arte contemporânea” que se complementam e que pode servir de atração de mais visitantes para o edifício.
O presidente da União das Freguesias de Coimbra agradeceu ao presidente da câmara este gesto, afirmando que “devolvemos à cidade, às pessoas de Almedina, a estátua no seu local próprio”. Presente na cerimónia esteve o último presidente da Junta de Freguesia da Almedina e atual vereador. Carlos Lopes referiu que ontem foi “um dia para festejar, um dia feliz para Coimbra, que vai poder continuar a usufruir e a contemplar a estátua de Almedina” que, pela primeira vez na vida do escultor Celestino Alves André, foi “inaugurada duas vezes”. “Nunca me tinha acontecido nada do género”, disse o autor.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.