Tribunal suspende sentença favorável à coincineração em Souselas

Posted by

“Lusa”

O Tribunal Administrativo e Fiscal (TAF) de Coimbra suspendeu uma sentença favorável à coincineração em Souselas, tendo admitido um recurso dos cidadãos que lutam contra esse método de eliminação de resíduos perigosos.

“O TAF de Coimbra admitiu, por despacho de 18 de novembro, o recurso interposto em 19 de setembro de 2021 pelo Grupo de Cidadãos de Coimbra (GCC) que luta contra a coincineração de resíduos perigosos em Souselas, tendo sido atribuído efeito suspensivo a tal recurso”, afirma em comunicado o advogado Jorge Castanheira Barros.

Em 31 de agosto, o mesmo tribunal tinha proferido uma sentença a favor da Cimpor e da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), mais de cinco anos após a entrega pelo GCC de uma ação popular contra a coincineração na cimenteira de Coimbra, que tinha Jorge Castanheira Barros como primeiro subscritor.

Notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS de 25/11/2021

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.