Ministro do Ambiente quer concluir programas de gestão da paisagem em cinco anos

“DB-Ana Ferreira”

O ministro do Ambiente e da Ação Climática disse ontem que é intenção do Governo ter os programas de reordenamento e gestão da paisagem (PRGP) concluídos dentro dos próximos cinco anos.

João Pedro Matos Fernandes falava aos jornalistas, em Coimbra, à margem da conferência “Programas de Reordenamento e Gestão da Paisagem – Processos colaborativos para a valorização do território”.

“Queremos ter todos estes planos construídos ao fim de cinco anos, bem como as áreas integradas de gestão da paisagem (AIGP) devidamente executadas”, disse o governante.

A respeito das AIGP, a diretora-geral do Território, Fernanda do Carmo, divulgou que estão aprovadas 47 AIGP. Segundo Matos Fernandes, é esperada a assinatura de mais 20 até ao final do ano.

Fernanda do Carmo explicou também que existe um pacote financeiro para criar novas AIGP, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Para o ministro do Ambiente, estas verbas permitem que o processo antes previsto para 10 anos possa ser acelerado e passar aos cinco anos agora estimados.

“Sabendo bem que esta era uma tarefa para 10 anos”, enfatizou o PRR “permitiu-nos antecipá-la para metade e a isso as verbas do PRR assim obrigam”.

Matos Fernandes destacou a importância de, neste processo de intervenção na floresta, remunerar o serviços de ecossistemas.
“Não é a venda da madeira ou a exploração como pastoreio que muitas das vezes extrai valor suficiente para que as pessoas tenham o gosto e a vontade de ter esses espaços como seus”, acredita.

Notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS de 23/11/2021

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.