Carlos Ferreira assume liderança do PSD da Figueira da Foz

Posted by

“Foto: DR”

A crise diretiva do PSD da Figueira da Foz pode estar perto do fim. O segundo vice-presidente da Concelhia, Carlos Ferreira, aceitou o cargo que Ricardo Silva desempenhava há dois mandatos consecutivos, ao qual renunciou, este mês. A decisão foi tomada depois do primeiro vice-presidente, Teotónio Cavaco, ter recusado assumir a presidência, acabando, como mandam os estatutos, por se demitir das funções que exercia.

Esta solução já obteve luz verde do partido laranja. Todavia, falta o dirigente dizer ao presidente da mesa do Plenário, Paulo Pinto, se pretende desempenhar o cargo de forma interina, ou seja, até às eleições antecipadas para a Concelhia, ou se quer ir até ao fim do mandato, que termina em maio de 2022.

Se optar pela segunda decisão, Carlos Ferreira terá de constituir equipa e submetê-la ao veredito da assembleia de militantes. Se esta opção falhar, cai a Concelhia e Paulo Pinto toma conta do partido até às eleições antecipadas. Entretanto, o presidente do Plenário, em declarações ao DIÁRIO AS BEIRAS, advertiu: “Três quartos dos presentes na assembleia do dia 8 deste mês disseram que não querem a atual Concelhia”.

Pode ler a notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS de 22/11/2021

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.