Mundial2022: Fernando Santos quer aproveitar “última réstia de esperança” do Luxemburgo

Posted by

Francisco Paraíso/FPF

O selecionador português de futebol afirmou hoje que a “última réstia de esperança” do Luxemburgo em conseguir manter-se na luta pela presença no Mundial2022 poderá beneficiar Portugal a criar mais oportunidades para vencer o jogo do Grupo A.

“Espero um jogo com grau de dificuldades elevado, até pelo eu visionei no último jogo que realizaram com a Sérvia. O Luxemburgo perdeu [1-0], mas foi um resultado injusto. O jogo mostrou que é uma equipa em crescendo. Quando jogámos lá, há seis meses, criaram-nos muitas dificuldades”, advertiu Fernando Santos, em conferência de imprensa.

O técnico, que falava na antevisão da partida de terça-feira, referiu que o Luxemburgo “é uma equipa bem estruturada e que procura sair a jogar”, pelo que não espera um adversário “remetido” à defesa, até porque este será um encontro decisivo para os luxemburgueses.

“Para nós, são três finais. Faltam-nos ganhar estas três finais para nos apurarmos automaticamente para o Mundial. Se formos equilibrados, estaremos mais perto da vitória. Não espero uma equipa do Luxemburgo remetida atrás, porque é a última réstia de esperança para eles”, observou.

Face à situação do adversário, que ocupa o terceiro lugar, com seis pontos, Fernando Santos acredita que Portugal “terá mais espaço” para criar oportunidades de golo.

“Haverá mais espaço e uma abertura maior para tirar proveito de uma equipa que não jogue só em bloco baixo e cerrado, como acontece quando jogam contra Portugal. Hoje em dia, as equipas não jogam só em bloco baixo, são organizadas. No plano teórico, se o Luxemburgo jogar mais aberto, teremos mais probabilidades, se estivermos bem equilibrados”, salientou.

O selecionador admitiu que já tem o ‘onze’ definido e revelou que a probabilidade de Diogo Jota ir a jogo “é baixa”, uma vez que o avançado do Liverpool não realizou qualquer treino com a seleção desde que iniciou a concentração.

“Hoje, aumentou a intensidade no trabalho, mas a probabilidade de jogar será baixa. Ainda vamos analisar essa situação hoje. Se virmos que tem alguma condição para estar no banco, muito bem. Se não tiver, não vamos correr riscos com um jogador que não treinou connosco. Se não estiver em condições de participar, voltará para Liverpool”, referiu.

Portugal e Luxemburgo jogam na terça-feira, a partir das 19:45, no Estádio Algarve, no antepenúltimo encontro da seleção lusa no Grupo A de qualificação para o próximo Campeonato do Mundo, que será dirigido pelo francês Benoît Bastien.

Com o triunfo da Sérvia diante dos luxemburgueses (1-0), no sábado, Portugal caiu para o segundo posto do grupo, com 13 pontos, menos um do que os sérvios (14), que lideram, mas têm mais uma partida realizada.

O Luxemburgo, que tem menos um jogo, é terceiro, com seis pontos, à frente de República da Irlanda (cinco) e Azerbaijão (um).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.