Lélita Santos assume presidência da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna

Lélita Santos, assistente graduada sénior de Medicina Interna do Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra e Coordenadora da Consulta de Doenças Autoimunes Sistémicas e da Consulta de Nutrição Clínica do CHUC, é a nova presidente da Direção da SPMI para o triénio 2021-2024. Nos últimos três anos foi vice-Presidente da SPMI e sucede no cargo a João Araújo Correia.

“Temos consciência de que nos propomos coordenar os destinos de uma das maiores Sociedades Científicas do país, que completa os seus 70 anos já no próximo mês de dezembro. Os membros desta direção estão empenhados em continuar a desenvolver os projetos das anteriores acrescentando-lhes novas ideias, que farão parte dos objetivos a atingir para o triénio 2021-2024” declarou, em comunicado, a nova presidente da SPMI.

Os principais objetivos para os próximos três anos, definidos pela nova direção, são a aposta na formação, apoiar o desenvolvimento de redes de cooperação entre os núcleos de estudo e a criação ou adaptação de Recomendações Clínicas, incentivar a criação de registos de patologias ou entidades clínicas através da criação de uma plataforma especifica de registos e realizar o levantamento dos diferentes serviços ou unidades, nacionais e internacionais, que garantam formação de qualidade.

Em comunicado de imprensa, a SPMI expõe que a nível externo, a nova direção pretende reforçar a colaboração com outras sociedades e associações científicas, colaborar ativamente com as associações de doentes, reforçar sinergias com a Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares (APAH) incentivar a proximidade com as instituições académicas, estimular as relações institucionais junto dos órgãos técnicos e decisores políticos e, manter o diálogo com o Colégio da Especialidade de Medicina Interna, contribuindo para a discussão sobre a qualidade da formação dos Internos de Especialidade e a formação contínua dos especialistas.

A Assembleia Geral é liderada por António Oliveira e Silva e conta com as vogais Francisca Delerue e Edite Nascimento.

Na direção, os vice-presidentes são Isabel Fonseca, Luís Duarte Costa, Vasco Barreto. Catarina Canha é a secretária-geral, os secretários adjuntos são Fernando Salvador, Bruno Grima, Mafalda Santos e a tesoureira é Olga Gonçalves.

No Conselho Fiscal, o presidente é Nuno Bernardino Vieira e os vogais eleitos foram Diogo Cruz e Francisco Parente.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.