Incêndios: 818 habitações reconstruídas e 372 empresas apoiadas

“Arquivo – Carlos Jorge Monteiro”

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) fez ontem um balanço “claramente positivo” das ajudas à reconstrução de habitações e empresas destruídas pelos incêndios de 15 de outubro de 2017.

“Tendo em conta a dimensão da tragédia, a especificidade dos territórios, a variedade de problemas burocráticos e a fragilidade das pessoas atingidas pelos incêndios, o balanço da implementação do Programa de Apoio à Reconstrução de Habitação Permanente (PARHP) e do REPOR é claramente positivo”, declarou à agência Lusa a presidente da CCDRC, Isabel Damasceno.

Foram apresentadas ao REPOR Centro candidaturas de 422 empresas, das quais 372 seriam aprovadas com um apoio global de 104 milhões de euros, tendo sido efetuados até ao momento pagamentos que totalizam 85 milhões de euros. Para os projetos já encerrados, assegura-se que as empresas mantiveram a sua atividade e atingiram o nível de emprego exigido na legislação aplicável”, adiantou Isabel Damasceno.

Notícia completa nas edições impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.