Gestão do Convento São Francisco fica definida em um ano

“Foto: DB – Pedro Ramos”

O modelo de gestão do Convento São Francisco vai ficar definido no primeiro ano de mandato do novo executivo camarário, assegurou este sábado o presidente do município, José Manuel Silva.

O autarca falava aos jornalistas no final da cerimónia de atribuição do nome Sala D. Afonso Henriques ao espaço da Antiga Igreja do Convento São Francisco.

Inaugurado em 2016, o centro cultural e de congressos funcionou até à atualidade sem uma estrutura autónoma de gestão e programação.

“Queremos dar autonomia de gestão ao Convento, que é absolutamente essencial para se fazer o seu planeamento e programação”, sublinhou o presidente da Câmara.

José Manuel Silva referiu que foi realizado um estudo sobre o modelo de gestão pelo anterior executivo liderado pelo PS que, no entanto, não foi disponibilizado para consulta aos vereadores da oposição. O novo presidente admite que ainda não teve oportunidade de ler o estudo, mas vai analisar as recomendações do mesmo quanto ao “melhor modelo para o Convento”.

“Certamente com base nessa informação, iremos tomar a melhor decisão para que o Convento seja mais dinâmico e possa servir melhor a comunidade de Coimbra e da região, quer em termos culturais, quer em termos turísticos”, disse.

Uma ideia que defende, e que já transmitiu à equipa do Convento São Francisco, é atrair mais eventos corporativos (para além dos culturais) de forma a chegar a um “ponto de sustentabilidade” financeira para esta estrutura.

Leia a notícia completa na edição de hoje do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.