Figueira da Foz: Santana Lopes assume 12 pelouros

Posted by

DB-J.A. – Manuel Domingues, Olga Brás, Pedro Santana Lopes e Anabela Tabaçó governam sem maioria absoluta

Foram ontem distribuídos pelouros pelos membros do executivo camarário, liderado por Pedro Santana Lopes, na primeira reunião de câmara do mandato. Foram ainda aprovados, por unanimidade, todos os pontos da ordem de trabalhos submetidos a votos. Todos os elementos da maioria, do movimento independente Figueira A Primeira (FAP), exercem o cargo em regime de tempo inteiro.
O presidente da Câmara da Figueira da Foz chamou a si 12 pelouros. Pedro Santana Lopes terá sob a sua alçada o Planeamento, Ordenamento do Território, Urbanismo, Projetos e Obras Estruturantes, Ambiente, Cultura, Desporto, Juventude, Turismo e Desenvolvimento Económico, Proteção Civil e Bombeiros, Serviço das Tenologias de Informação e Comunicação e Assuntos Jurídicos e Contencioso.
À vereadora Anabela Tabaçó foram delegadas competências para os pelouros das Finanças e Orçamento, Setor Empresarial Local, Modernização Administrativa, Recursos Humanos e coadjuvação do presidente nas questões de Desenvolvimento Económico. Olga Brás, por seu turno, ficou com os pelouros dos Assuntos Sociais, Coletividades, Saúde e Educação e Formação Profissional.
Depois do presidente da câmara, é o vereador Manuel Domingues quem tem mais pelouros. Este autarca é titular das “pastas” das Obras Municipais, Trânsito, Cemitérios, Taxas e Licenças, Serviço Veterinário Municipal, Mercados e Feiras, Serviço de Toponímia, Relações Correntes com as Juntas de Freguesia e Espaços Verdes. O FAP elegeu quatro vereadores, o PS outros quatro e o PSD um.

Presidente continua disponível para atribuir pelouros à oposição
Na primeira reunião do novo mandato autárquico, foi ainda provado o calendário das reuniões de câmara, que passam a realizar-se na primeira e na terceira quarta-feira do mês, pelas 10H30. Ambas continuam abertas ao público e transmitidas, em direto, através das redes sociais do município. O espaço de intervenção dos munícipes também se mantém na segunda reunião ordinária mensal.

Pode ler a notícia completa na edição impressa e digital no DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.